Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Comprar e Arrendar

Comprar, arrendar e recomprar pode ser uma opção para equilibrar o seu orçamento. Camilo Lourenço explica-lhe como no próximo programa.


Em análise estará o sale and leaseback. Nesta operação, o investidor procura estabelecer uma relação de parceria de longo prazo com a indústria através da compra... E imediata locação para o antigo proprietário, que mantém total controle operacional das instalações.


Muitas famílias portuguesas continuam com problemas em pagar as suas dívidas... No primeiro semestre do ano, deram entrada no Gabinete de Apoio ao Sobreendividado da DECO perto de 1500 processos.


Poderá o sale and lease-back ser uma boa opção para essas famílias? Será esta uma opção segura? Quais as vantagens e desvantagens? E em que casos deve optar por comprar e arrendar?


Descubra a resposta a estas e a outras questões no próximo programa d'A Cor do Dinheiro. Comprar e Arrendar é o tema e em estúdio com Camilo Lourenço estarão José Quinteiro, Administrador Real Stone e João Nuno Magalhães, Director CB Richard Ellis.


Para esclarecer as suas duvidas terá a presença de António Godinho, da OneBiz que lhe dará todas as respostas que precisa.


Já na segunda parte do programa não perca a análise de João Ermida à Empresa da Semana, a CIMPOR. E ainda a habitual conversa de Camilo Lourenço com o Investidor Privado da semana: Luís Portela, Presidente da Bial.


Contamos consigo, como sempre, na RTP-N.

publicado por acordodinheiro às 19:38
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Joaquim Pereira a 21 de Setembro de 2009 às 13:31
Confesso que não sabia do que estavam a falar. Somente no final do programa percebi o que é o sale and leaseback. Ainda assim, não me parece viável. Fico à espera de programas com temas mais próximos da realidade dos portugueses. Recibos Verdes, Desemprego, Precariedade no Trabalho, Novos Modelos de Negócio, as possibilidades que o online oferece.

Fico à espera,

Joaquim Pereira


De Miguel a 19 de Outubro de 2009 às 22:58
Aparentemente esta seria uma solução viável... até ouvir que os créditos habitação com poucos "anos de vida", não são abrangidos.
Para um jovem em dificuldades e com um crédito habitação com apenas 5 anos, não existe solução a não ser vender o imóvel.


Comentar post

.A Cor do Dinheiro

.Patrocinadores

 

PT negocios

Coloque as suas dúvidas sobre os Temas da Semana através de:

E-mail: cordodinheiro@sapo.pt

 

.Produzido por

Photobucket

.Programa

 

A Cor do Dinheiro é um magazine semanal sobre Economia, que aborda assuntos sobre poupança e investimento. É transmitido todos os Domingos, às 23h na RTPN.

.Apresentador

 

Camilo Lourenço é o apresentador do programa A Cor do Dinheiro e tem já uma larga experiência na área da economia. Foi fundador do Diário Económico e director editorial da revista Exame. Desempenhou, também, funções como editor de economia na Rádio CMR e na Rádio Comercial, e foi comentador da SIC Noticias.
Actualmente, é colunista no Jornal de Negócios e no Record e comentador da RTP e da M80.


 

 

.Votação Semanal

.Facebook

.Arquivo Audiovisual do Programa

RTP Multimédia

.Arquivo do Blog

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.Links Úteis

DECO

 

Ministério da Economia

 

Ministério das Finanças

 

Banco de Portugal

 

Agência Financeira

 

Revista Exame

 

Jornal de Negócios

 

Diário Económico

 

Público

 

Bloomberg

 

Dossier Especial Financial Times

.Sugestão de Livro


 

 

 

Num momento em que valores como a Verdade, Humildade e Solidariedade se
encontram completamente arredados do modo como são, actualmente, governadas
as grandes empresas globais, é necessário lançar um alerta sobre a forma
pouco clara como muitos dos máximos responsáveis das grandes corporações as
têm dirigido. Este livro pretende dar a conhecer aos actuais e futuros gestores as
ferramentas para lidar com a actual crise de valores que prolifera nas
empresas globais. É preciso «humanizar» as empresas para que estas deixem de
procurar o êxito rápido a qualquer preço! Criar uma cultura de negócios mais
verdadeira, será o grande desafio para todos os futuros gestores deste
século.

De João Ermida, O Método dos Executivos do Futuro, Dom Quixote

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31