Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

Acções que são quase obrigações

Segundo as previsões dos analistas consultados pela Bloomberg os dividendos de acções vão ser os mais rentáveis no novo ano que se avizinha. Com uma remuneração média bruta superior a 5% os dividendos de acções vão assim ultrapassar os “tradicionais” certificados de aforro e depósitos a prazo.

Precisamente por isso dedicamos o próximo programa d’ A Cor do Dinheiro a esta temática. Vamos explicar-lhe como pode apostar em algumas acções que são quase obrigações pelos dividendos e relativa segurança que garantem.

 

 

Consulte os seguintes links para obter mais informações:

 

- Site da Bolsa de Lisboa

- Artigos, Dicas e Simuladores relacionados com Acções no site da DECO

publicado por acordodinheiro às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

Casos BPP e Madoff

 

No próximo programa d’ A Cor do Dinheiro iremos tratar dois casos que estão a gerar polémica no mercados financeiros nacionais e internacionais. Em primeiro lugar, o caso do Banco Privado Português que está neste momento com graves problemas de liquidez e sem capacidade de devolver aos seus clientes as suas poupanças. Em segundo lugar, o escândalo que se iniciou nos EUA depois da fraude financeira levada a cabo por Bernard Madoff, ex-Presidente do Nasdaq. A lista de investidores que aplicaram o seu dinheiro neste fundo e agora se vêem vítimas do esquema não pára de aumentar e entre eles encontram-se alguns clientes de bancos portugueses, dos quais os mais afectados foram o Santander Totta e o Banco Espírito Santo.

 

Aqui ficam alguns links com informação útil sobre estes temas:

 

- Site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários

- Site da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios

publicado por acordodinheiro às 12:05
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Crédito ao Consumo

Segundo um estudo da Basef Banca quase 1,7 milhões de portugueses recorrem ao crédito ao consumo. Através da publicidade que vemos multiplicar-se em todos os meios os consumidores são apelados através de créditos fáceis e sem grandes complicações e cartões de crédito atractivos a consumir, muitas vezes mais do que o seu orçamento permite.

Os números da ASFAC – Associação de Instituições de Crédito Especializado – indicam um aumento de 8,9% do número de contratos de crédito concedido a particulares, por parte das instituições a si associadas. Este aumento revela-se preocupante se tivermos em conta que o crédito ao consumo é uma das parcelas que contribui para o cada vez maior sobreendividamento das famílias portuguesas.
Por isso mesmo, o próximo programa d’ A Cor do Dinheiro será dedicado precisamente ao tema do crédito ao consumo onde tentaremos esclarecer todas as suas dúvidas, bem como mostrar-lhe quais as várias opções de crédito e cartões possíveis, quais os cuidados que deve a ter e como pode gerir da melhor forma estes instrumentos financeiros.
 
Consulte os seguintes sites com mais informação sobre crédito ao consumo:
 
- Site da Associação de Instituições de Crédito Especializado
- Site da SEFIN
- Portal do Cliente Bancário
- Site da DECO
publicado por acordodinheiro às 14:06
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Depósitos a Prazo: será boa altura os adquirir?

Cerca de 3 milhões de portugueses têm depósitos a prazo, mas será que esta aplicação financeira ainda é uma boa alternativa? Será que esta é a altura indicada para aplicar o seu pé-de- meia ou deve esperar pelo início do ano?

Se aplicar algumas das suas poupanças em depósitos a prazo a taxa de retorno média é de 4.47%. Este valor representa mais 0.36 pontospercentuais do que em Outubro de 2007, pelo menos é este o valor que consta no boletim estatístico do Banco de Portugal. Tendo em conta este aumento será que vale a pena subscrever esta aplicação?
O próximo programa d’ A Cor do Dinheiro será exclusivamente dedicado a esclarecer todas as suas dúvidas sobre a altura e condições indicadas para investir em depósitos a prazo neste momento.
 
Aqui ficam alguns links úteis sobre este tema:
 
- Site com taxas de depósitos a prazo em diversos bancos
- Simulador de depósitos a prazo
publicado por acordodinheiro às 15:21
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

.A Cor do Dinheiro

.Patrocinadores

 

PT negocios

Coloque as suas dúvidas sobre os Temas da Semana através de:

E-mail: cordodinheiro@sapo.pt

 

.Produzido por

Photobucket

.Programa

 

A Cor do Dinheiro é um magazine semanal sobre Economia, que aborda assuntos sobre poupança e investimento. É transmitido todos os Domingos, às 23h na RTPN.

.Apresentador

 

Camilo Lourenço é o apresentador do programa A Cor do Dinheiro e tem já uma larga experiência na área da economia. Foi fundador do Diário Económico e director editorial da revista Exame. Desempenhou, também, funções como editor de economia na Rádio CMR e na Rádio Comercial, e foi comentador da SIC Noticias.
Actualmente, é colunista no Jornal de Negócios e no Record e comentador da RTP e da M80.


 

 

.Votação Semanal

.Facebook

.Arquivo Audiovisual do Programa

RTP Multimédia

.Arquivo do Blog

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.Links Úteis

DECO

 

Ministério da Economia

 

Ministério das Finanças

 

Banco de Portugal

 

Agência Financeira

 

Revista Exame

 

Jornal de Negócios

 

Diário Económico

 

Público

 

Bloomberg

 

Dossier Especial Financial Times

.Sugestão de Livro


 

 

 

Num momento em que valores como a Verdade, Humildade e Solidariedade se
encontram completamente arredados do modo como são, actualmente, governadas
as grandes empresas globais, é necessário lançar um alerta sobre a forma
pouco clara como muitos dos máximos responsáveis das grandes corporações as
têm dirigido. Este livro pretende dar a conhecer aos actuais e futuros gestores as
ferramentas para lidar com a actual crise de valores que prolifera nas
empresas globais. É preciso «humanizar» as empresas para que estas deixem de
procurar o êxito rápido a qualquer preço! Criar uma cultura de negócios mais
verdadeira, será o grande desafio para todos os futuros gestores deste
século.

De João Ermida, O Método dos Executivos do Futuro, Dom Quixote

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31